Durante os dias 4 a 8 de novembro, decorreu em Orlando, Florida, o Microsoft Ignite, o evento anual onde através de mais de 1000 apresentações se dá a conhecer ao mundo as principais novidades que estão a chegar nos diversos serviços e aplicações do gigante tecnológico. Estes avanços abrangem campos bastante diversos como Microsoft 365, Azure, segurança, colaboração, comunicação, etc. Um resumo de todas estas novidades, mesmo que de uma forma geral, não daria para um só post, por isso, agora, vou falar apenas das principais novidades nos serviços do Office 365. Refiro-me a melhorias que já podemos beneficiar no nosso dia a dia, dar a conhecer aos nossos clientes ou, por que não, aperfeiçoa-las.

Teams

Comecemos pelas novidades sobre a aplicação, por excelência, da Microsoft quanto à colaboração.

Canais privados

Trata-se de uma funcionalidade muito esperada por todos quase desde os primeiros passos da Microsoft Teams e, principalmente, desde que a sua configuração estava disponível mas sem surtir efeito. Chegou, finalmente!

O que significa um canal privado?

Trata-se de um canal a que somente um subconjunto de utilizadores pode aceder, os quais estão já como membros da equipa. O canal em si funcionará como qualquer outro canal. E o que implica um canal privado? Para poder gerir bem o acesso à documentação, é criado um novo SharePoint num site diferente do que foi criado para a equipa, e que terá as mesmas permissões que o canal privado.

Aqui podemos pensar que esta facilidade de criar novas coleções de sites nos poderia permitir alcançar rapidamente o limite, mas para isso a Microsoft aumenta este limite para 2 milhões de coleções por Tenant. A identificação destes novos sites também será simples, pois o URL é gerado a partir dos nomes da equipa e do canal.

Funcionalidade de múltiplas janelas

Ainda não está disponível, mas é esperada para o início do próximo ano. Esta característica permitirá ter pop-ups tanto para conversas privadas com colegas como para reuniões, chamadas ou arquivos, em que a usabilidade da aplicação melhorará consideravelmente.

Nova vista de tarefas

No início do próximo ano aparecerá uma nova funcionalidade dentro de Teams que permitirá, a partir de uma só visualização incluída dentro da aplicação, reunir e gerir tarefas provenientes de To-Do, Teams, Planner e Outlook. Esta nova característica irá conter diferentes vistas, em função das atribuições, prioridades, datas, etc., para se adequar a qualquer utilizador.

Principal integração com o Outlook

Ainda no início do próximo ano, a interação entre Teams e Outlook verá uma melhoria, permitindo partilhar, a partir do próprio Outlook, um e-mail em Teams incluindo os anexos, que irá aparecer no painel de conversação do canal. Além disso, uma conversação de Teams poderá ser partilhada com o Outlook através de um e-mail, permitindo também responder a essa conversa de Teams a partir do Outlook.

SharePoint

É a vez do gestor de documentos da Office 365, que nos chega repleto de grandes novidades.

Carregamento de ficheiros mais pesados

Começamos o resumo destas novidades voltando a realçar o aumento do limite de coleções de site para 2 milhões por Tenant. Isto chegará em dezembro, juntamente com o aumento do tamanho máximo dos ficheiros que podem ser carregados, que passará de 15 GB para (nada mais nada menos do que) 100 GB.

Power Apps em bibliotecas

Finalmente! Depois de tanto tempo a personalizar os formulários Out-Of-The-Box das listas dentro de SharePoint, para o próximo mês espera-se uma atualização que também permitirá personalizar os formulários das bibliotecas através de Power Apps.

Vista alargada de listas

Já por várias vezes pensámos no facto de, devido à natureza dos dados, uma lista chegar a ter um número considerável de metadados, os quais o utilizador necessita ver em todas as vistas. Esta situação poderia resultar em barras de deslocamento horizontais, as quais não são nada práticas. Para ajudar em situações como esta, em dezembro deste ano, surgirá uma nova funcionalidade que permitirá ver uma lista que ocupará toda a largura do ecrã do utilizador, incluindo o espaço do menu lateral que ficará oculto, dispondo assim de um maior espaço para mostrar mais colunas da lista. O cabeçalho ficará também reduzido para poder mostrar mais linhas.

Esta vista poderá ser ativada e desativada pelos utilizadores quando estiverem a visualizar o conteúdo da lista.

Formatação de colunas, mais simples

Atualmente é possível formatar as células de uma vista, mas isto deve ser feito através de configuração JSON. Durante o mês de dezembro sairá uma atualização que permitirá, mediante um formulário, formatar de uma forma bem mais simples, permitindo até o uso de condicionais IF/THEN para maior flexibilidade.

Além disso, e ainda em dezembro, surgirá a possibilidade de formatar as linhas para poder diferenciar as ímpares das pares, e ver assim mais claramente a informação em listas grandes.

Teamify

Por último, gostaria de destacar um novo assistente com o qual se poderá criar uma Teams a partir de um site SharePoint, onde com poucos cliques poderemos criar a equipa associada ao sítio e selecionar quais as partes do site (listas, bibliotecas ou páginas) que queremos que apareçam como separadores na equipa.

Esta é outra das novidades esperada para dezembro.

Conclusão

Neste primeiro resumo vimos as principais novidades sobre a Microsoft Teams e o SharePoint, as quais poderemos comprovar muito em breve. Para acompanhar mais esta informação, recomendo que consulte o Roadmap de Microsoft 365.

Na segunda parte deste post iremos analisar o que nos trazem de novo os serviços OneDrive e Power Platform