A partir da versão 9.2 de SAP TM, o diagrama de Gantt integra-se como parte da funcionalidade central de planificação (Transportation Cockpit) para permitir uma ferramenta gráfica e intuitiva quando precisar de avaliar o resultado do planeamento feito.

A cada nova versão esta funcionalidade é melhorada, permitindo, atualmente, executar várias tarefas a partir dos próprios gráficos temporários. É uma das claras apostas da SAP na gestão de transporte. O seu protagonismo no cockpit (o principal “quadro de comandos do planeamento” em SAP TM) aumentou.

Transportation Cockpit

O aspeto do cockpit de transporte, completamente configurável, pode apresentar em diferentes pontos as necessidades de transporte, os recursos (cabeças tratoras, reboques, condutores, etc.), as listas de ordens de transporte, reservas de frota ou diferentes pormenores específicos mas, sem dúvida, a funcionalidade mais apelativa, com autorização do Geo-Mapa ou a ferramenta para planeamento de carga 3D, é o diagrama de Gantt.

Com este último com o papel principal, as possibilidades para a planificação manual ou a revisão e ajustes da planificação automática do transporte que o sistema apresenta (atribuição da carga para viagens de terceiros ou a geração destas viagens com os recursos próprios) são intensificadas.

Imagine que pode escolher um recurso qualquer, por exemplo, uma cabeça tratora, e rapidamente poder ver no diagrama de Gantt tudo aquilo que está a ser usado ao longo de um período de tempo. Poder reatribuir necessidades, viagens, datas, cargas, condutores ou qualquer um dos componentes de uma forma gráfica e intuitiva. Com o melhoramento da funcionalidade que está a ser analisada, isto é apenas uma amostra das possibilidades que a ferramenta suporta.

Veremos de seguida algumas das novas funcionalidades que foram implementadas na última versão TM 9.6.

Diagrama de Gantt. Novas funcionalidades

Veremos de seguida algumas das novas funcionalidades que foram implementadas na última versão TM 9.6.

A primeira grande melhoria consta no que o SAP denominou de “Smart Add” que, depois de configurado, permite selecionar os objetos relacionados que devem aparecer na janela do diagrama de Gantt. No exemplo mencionado anteriormente, ao selecionar a cabeça tratora podemos recuperar o conjunto das viagens que a mesma faz. Outra possibilidade seria escolher uma necessidade do transporte (e carga) e que o sistema mostre a ordem de transporte e a reserva de frota que foi planificada num cenário de exportação. Incluindo a combinação de ambas para verificar se essa Ordem de Transporte poderia ser reatribuída à cabeça tratora.

Ou seja, ajuda-nos a identificar tudo o que faça parte do contexto de uma parte concreta do transporte. Na imagem seguinte vê-se como, selecionando um pacote (separador superior esquerdo), o sistema seleciona todo o percurso que faz cada um dos três volumes que contém (Gantt superior) e a Ordem de Transporte onde foi planificado o percurso (Gantt inferior). Imaginemos o caso de uma carga para distribuir em três armazéns.

Além disso, inclui apoio para a visualização, como o “Bird eye”, que permite atualizar dinamicamente o zoom, adaptando a área de visualização pretendida para as dimensões do diagrama temporário. Com isso é possível focar nos fatores que realmente afetam a planificação de forma ágil, caso após caso, até completar a planificação.

Desta forma, a capacidade de obter informação de detalhe instantâneo aumenta com a inclusão da funcionalidade “Quickview”. Na imagem seguinte podemos ver a janela pop-up com as principais características a ter em conta para a planificação de uma unidade de porte, ao passar sobre a mesma sem precisar de abrir novas janelas no browser.

Outra nova ferramenta que nos evitará ter de abrir novas janelas para poder dar solução a certas situações de planificação incorreta ou incompleta seria o “Dynamic display warning number”. Na imagem seguinte vemos a proposta que o sistema nos apresenta para poder solucionar, a partir da mesma barra de tarefas, uma atribuição incorreta de condutores, simplesmente tratando as mensagens de aviso do sistema a partir do próprio diagrama.

Por último, destacar a “Planificação baseada em atributos” através da qual, de uma forma muito visual, vemos imediatamente as propriedades dos materiais a transportar. Por exemplo, as que os tornam incompatíveis ou, precisamente o contrário, tornam preferível que sejam transportados juntos. Evidencia os atributos da carga necessários para as tarefas de planificação da mesma através do uso de diferentes cores para cada um destes atributos.

Conclusões

Com todas estas melhorias incluídas na última versão (e algumas mais que ficam por esmiuçar), o cockpit de transporte não só ganha em funcionalidade, como o torna manejável e ágil. Transforma, assim, este monitor e, mais concretamente, o diagrama de Gantt, numa ferramenta muito mais adaptável a empresas de transporte que necessitem dessa visão global, dinamismo e versatilidade na hora de planificar os seus transportes.