Alcançar o objetivo de trabalhar com qualidade sem renunciar a sentir-se um profissional competente é possível com SuccessFactors.

Na primeira parte deste artigo vimos as causas e consequências da síndrome “boreout” nas pessoas, bem como o impacto que tem nas empresas que ficam com funcionários pouco requisitados, desmotivados ou apáticos.

Vejamos agora as conclusões de duas investigações relacionadas com este tema para abordar a seguinte questão, tendo em atenção os seguintes dados:

  • Uma investigação da Gallup Organization indica que, na Alemanha, 87% dos empregados sentem-se pouco ou nada ligados à sua empresa. O estudo considera que uma das causas desta situação reside no facto de que sete em cada dez inquiridos não ocupa um posto de trabalho que seja realmente do seu agrado.
  • Em 2005, Dan Malachowski realizou, para a Salary.com e AOL, um inquérito a mais de cem mil trabalhadores sobre o tema do tempo desperdiçado no trabalho. Foram obtidos os seguintes resultados: 33,2% deste grupo declarou que não estava suficientemente ocupado no seu trabalho e que se sentia pouco requisitado.

Com os dados estas investigações podemos relacionar diretamente os conceitos tratados com os resultados obtidos nas mesmas. Podemos avaliar a importância deste tema em relação às preocupações tanto dos próprios funcionários como dos seus líderes que, quem sabe, podem desconhecer em absoluto esta situação e que, em muitos casos, pode ser a causa de más práticas de trabalho.

Como combater o Boreout com SAP SuccessFactors?

SAP SuccessFactors é uma solução que inclui todos os processos de Recursos Humanos, tratando da melhor forma tudo o que se refere à gestão do talento na empresa, cobrindo todos os processos de: seleção, boas-vindas à empresa, avaliação e desempenho, planos de carreira e sucessões, além de formação. Cada um destes processos pode ser tratado de forma completa e independente, além de poderem ser integrados com os restantes processos de Recursos Humanos.

Em relação ao tema que estamos a tratar, vamos ver como alguns destes processos podem melhorar a definição de tarefas e objetivos para os funcionários de uma empresa, atribuindo valor à produtividade destes, bem como favorecer o acompanhamento do funcionário, a definição dos planos de carreira, e o acesso a formações, o que irá permitir o conhecimento dos trabalhadores das suas obrigações e possibilidades de promoção dentro da organização.

Módulo de Onboarding.

Permite que a incorporação de pessoas numa empresa se faça de forma mais próxima para os funcionários, fornecendo informação prévia. Isto permite aos líderes um tratamento direto com os novos funcionários para lhes proporcionar as ferramentas e conteúdos necessários para a incorporação. Com isto se consegue, desde logo, que as novas incorporações tenham uma boa perceção do acompanhamento que será feito, e consolidar as relações entre funcionários e responsáveis, favorecendo a confiança e o bem-estar no trabalho.

Módulo de Avaliação e Desempenho.

Permite efetuar avaliações de objetivos e competências consoante o tipo de posto em que se encontre o funcionário. Isto vai ajudar a que as pessoas estejam num posto de trabalho de acordo com as suas capacidades e se sintam valorizadas dentro do âmbito de trabalho. Através dos planos de objetivos, os funcionários podem conhecer os meios para alcançar as suas metas, beneficiando a motivação no seu dia a dia, e as avaliações adequadas para o funcionário e para a empresa.

Módulo de Desenvolvimento e Sucessões.

Define planos de carreira para o desenvolvimento profissional e retenção de talento, o que implica uma relação direta entre as pessoas e as suas capacidades. Os planos de sucessão ajudam a identificar os candidatos que podem preencher determinadas vagas. Identificadas as necessidades de capacitação dos funcionários podem ser atribuídos os planos de desenvolvimento específicos, o que estreita as possibilidades de ocupar um posto adequado, de acordo com as capacidades de cada pessoa. Isto implica uma motivação por parte dos funcionários, uma vez que as necessidades do posto enquadram-se nas condições de trabalho da pessoa.

Módulo de Formação.

Gere o processo de formação da empresa, permitindo aos funcionários fazer os cursos de forma autónoma. O sistema permite aos utilizadores aceder aos cursos atribuídos pelo seu líder dentro do seu plano de formação e aceder a catálogos de formação, segundo os seus interesses, para poder melhorar as suas competências referentes ao posto de trabalho. Isto favorece o interesse das pessoas em avançar no seu processo de aprendizagem, o que aumentará a motivação. Além disso, pode-se acompanhar os planos de formação por parte dos coordenadores, o que reforça a relação entre empregado e líder.

Como vimos, a SAP SuccessFactors dá-nos a possibilidade de combater o Boreout dentro de uma organização. Através destes módulos, entre outros, a SAP SuccessFactors oferece às empresas a possibilidade de conhecer as capacidades e os interesses profissionais e pessoais dos seus trabalhadores para poder atribuir, tanto quanto possível, as tarefas que combinem com a sua qualificação, competências e interesses.